Agências do Futuro

14 de novembro de 2008

Conheça a agência bancária do futuro

Imagine poder fazer as transações bancárias por comando de voz. Você fala o que precisa e o caixa eletrônico realiza. Conversar com o gerente do Banco por videoconferência usando o telefone celular. Você pode encontrá-lo onde quer que ele esteja. Imagine poder fazer operações pelo aparelho de TV ou pelo videogame.
Essas são algumas das inovações que podem ser vistas no Espaço Tecnologia do Futuro do Banco do Brasil, aberto para visitação pública, na capital paulista. A iniciativa é uma das ações para comemorar os 200 anos de existência da instituição financeira.
Logo na entrada do Espaço Tecnológico foi montada uma tela de 80 polegadas. Nela são exibidos mapas interativos baseados no Microsoft Silverlight – tecnologia que proporciona experiências de interação. Os mapas permitem passear por um ambiente virtual e, com gestos e toques, o cliente toma conhecimento das novidades.
Os visitantes, clientes ou não do Banco do Brasil, vão ver duas novas formas de interatividade em auto-atendimento. A primeira delas é uma evolução dos atuais modelos de caixas eletrônicos, com telas sensíveis ao toque.
Com esses recursos, o cliente pode usar barras deslizantes (como as da lateral dos navegadores) para facilitar, por exemplo, a simulação de um financiamento. A tecnologia permite acompanhar, de forma instantânea, o salto no valor das prestações ao se reduzir o número de parcelas.
A segunda forma de interatividade é o terminal de auto-atendimento com tela 360º. Um carrossel de três dimensões apresenta para o cliente todas as transações bancárias disponíveis. A partir dele é possível, por exemplo, folhear as páginas do extrato tal e qual acontece na leitura de uma revista.
A tecnologia também permite fazer uma simulação de financiamento no terminal 360º. Ela explora o serviço de mapas da Microsoft, o Windows Live Search Maps para procurar imóveis de construtoras ou corretoras e/ou carros de concessionárias ou revendas pré-cadastradas.
"O que estamos fazendo é aproveitar nossos investimentos em prospecção de novas tecnologias para antecipar aos clientes todas as facilidades que o universo da tecnologia da informação irá nos trazer", explica o vice-presidente de Tecnologia e Logística do BB, José Luís Prola Salinas.
O Espaço Tecnologias do Futuro fica na agência do Banco do Brasil na Av. Paulista, nº 2.300 (altura da R. Haddock Lobo). A exposição fica aberta ao público até o dia 12 de dezembro e funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 20h. No fim-de-semana, o horário de visitação é das 10h às 17h. A entrada é gratuita.

Fonte: Terra

Wesley Souza

Anúncios

Daniela Moreira, de INFO Online

Quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Divulgação

Com aplicativos Office Web, Microsoft finalmente responde ao Google Apps / Divulgação

Com aplicativos Office Web, Microsoft finalmente responde ao Google Apps

SÃO PAULO – A versão online do pacote de aplicativos Office vai rodar em iPhones, Linux e Macs, reiterou um blog da Microsoft nesta semana.

Em um post no site Channel 10, a Microsoft responde a perguntas sobre a versão para a web do seu pacote de produtividade.

A blogueira Sarah Perez esclarece que os aplicativos online da Microsoft não rodarão apenas no Internet Explorer – funcionarão em Firefox e Safari também.

Ela também diz que Office rodará no iPhone, via navegador, e que não exigirá o uso de Silverlight – concorrente do Adobe Flash desenvolvido pela Microsoft.

Perez reforça ainda que os aplicativos rodarão em qualquer navegador, independente do sistema operacional. Portanto também funcionarão em Linux e Mac OS X.

Um prévia dos serviços, batizados de Office Web, deve estrear até o final do ano.A empresa ainda não decidiu se cobrará usuários finais pelo uso dos aplicativos online ou não, segundo Perez.

“Ainda não sabemos ao certo, mas a Microsoft vai entregar as aplicações Office Web via Office Live,que é um serviço para consumidores com ofertas tanto baseadas em anúncio quanto assinatura”, escreveu ela

Para os usuários corporativos, os serviços serão oferecidos como serviço hospedado e dentro de acordos de licenças em volume. Os preços ainda não foram definidos. Estudantes terão acesso gratuito ao pacote online.

A colaboração em documentos será feita usando o recurso já disponível Office Live Workspace.

Com o Office Web, a Microsoft finalmente responderá às ofertas de aplicativos online como o Google Apps, que vinham ganhando terreno na web.

Fontes da Info online…

Wesley Souza

Dicas: Proteja suas informações bancárias!

Por Igor Pankiewicz
terça-feira, 11 de novembro de 2008

Saiba como acessar suas contas de banco de forma segura.

Pensando em aderir à onda virtual e em começar a acessar sites de bancos, lojas e outros serviços, mas teme pela segurança da sua conta e do seu cartão de crédito? Então confira o que você deve — ou não — fazer para que tudo corra bem.

As seguintes dicas são mais focadas ao acesso de sites de bancos (em especial ao Banco do Brasil), no entanto podem ser aplicadas para quaisquer outros que envolvam operações financeiras e trocas de dados pessoais — caso das grandes lojas virtuais, como Mercado Livre, Buscapé, Americanas.com e Submarino.

O básico: Antivírus

O mercado está repleto deles e se você não puder pagar por uma licença de um Norton, por exemplo, fique tranqüilo: existem muitos outros gratuitos, extremamente leves e que oferecem um elevado nível de proteção. Bons exemplos de alternativas são o Avira, Avast e AVG, populares entre os usuários do Baixaki.

Logos dos Antivirus.

Com algum deles instalado no seu computador, verifique se:

1.    A proteção residente (ou ativa) está ligada para verificar constantemente os arquivos executados.

2.    O antivírus está devidamente registrado com a central de segurança do Windows (essa informação pode ser conferida através do Menu Iniciar, Painel de controle, Central de Segurança). Se tudo estiver de acordo, a proteção contra malwares estará em verde, ao contrário do exibido na imagem abaixo.

Verifique se a sua tela NÃO fica assim!

3.    O seu banco de dados está atualizado. Todos os antivírus listados buscam estas atualizações automaticamente, você só precisa ter uma conexão de internet ativada.

Registrando sua senha

Evite pontos de acesso público para não comprometer seus dados.

Antes de obter acesso à sua conta, alguns dos bancos requerem que você registre senhas de entrada e também o seu computador (para transações financeiras) através de códigos específicos. Eles podem ser cadastrados por caixas eletrônicos ou ainda com o auxílio dos atendentes nas agências.

Caso tenha dúvidas com relação ao procedimento, entre em contato pelo telefone ou dirija-se à agência mais próxima.

Apenas de locais confiáveis

Se o seu computador de casa já pode oferecer ameaças à sua segurança — devido ao acesso constante de Internet, download de arquivos suspeitos, links espiões em redes sociais e e-mails com vírus — imagine uma máquina de acesso público!

Portanto, se proteja. Evite ao máximo acessar as suas contas de bancos em LAN Houses, CyberCafés e outros locais, nos quais mais de uma pessoa tem acesso ao computador em questão.

O perigo da caixa de entrada – Phishing parte I

A não ser quando solicitados, os bancos nunca enviarão e-mails a respeito de informações cadastrais. Se receber algum requisitando atualizações de senhas (ou de qualquer outra natureza), apague-o imediatamente e entre em contato com o banco.

De uma forma geral, estas mensagens são enviadas por hackers e ladrões. É justamente através de mensagens falsas e páginas clonadas (conforme descritas abaixo) que a maioria dos golpes ganha forma.

A modalidade é conhecida como Phishing, vindo diretamente da palavra “Fish” — pescar, em inglês — e aplicando o conceito de “pescar” informações dos usuários, tais como senhas e informações confidenciais.

Confira a barra de endereços do navegador – Phishing parte II

Ao entrar no site, digite sempre o endereço padrão da página, como http://www.bb.com.br, para o Banco do Brasil. É comum que você seja direcionado a páginas internas com terminação diferente, no entanto, o endereço principal deve sempre seguir padrões similares ao original.

Novamente, alterações maiores podem significar que o site não é original, constituindo outra modalidade de Phishing. Vale ressaltar que alguns navegadores, como o Internet Explorer mais recente, já possuem filtros especializados em detectar tais fraudes.

Outra dica essencial: quando você digitar seu número de conta e agência e passar para a próxima tela, um cadeado aparecerá na barra de status do navegador ou logo ao lado do endereço e o HTTP:// se transformará em HTTPS://, significando que há um protocolo de segurança em ação.

O cadeado tem que aparecer!

Querendo verificar as informações mais afundo, apenas dê dois cliques sobre este cadeado.

De olho no teclado virtual

Como medida preventiva, todos os bancos utilizam teclados virtuais (baseados em Java, lembre-se de instalá-lo!) para a digitação de senhas. Eles possuem ajustes de contraste e podem, inclusive, mudar aleatoriamente a cada seleção. Este procedimento é crucial para evitar que algum programa espião (Spyware) colete seus dados durante a digitação e reforça a sua segurança.

Tecaldo virtual do Banco do Brasil.

Caso suspeite de algo, experimente minimizar a janela do navegador, se o teclado permanecer na tela é porque ele não pertence ao sistema do site! Feche seu navegador imediatamente e verifique os programas que estão rodando pressionando as teclas Ctrl+Alt+Delete.

Finalizando o procedimento

Sempre que acabar de verificar suas informações ou que completar as transações e desejar sair da página do banco, não clique diretamente sobre o botão “Fechar”, da janela do navegador.

Busque sempre a opção “Sair”, dentro da página. Ela funciona exatamente como a opção “Logoff” no Windows, ou em sites de e-mails, quebrando completamente o seu acesso ao site. Desta forma ninguém poderá restaurar a janela do navegador e obter, acidentalmente, acesso aos seus dados.

Sempre vá para

As principais dicas são estas. Com um pouco de cautela com relação aos sites que você acessa e ao conteúdo que você baixa e instala na sua máquina, dificilmente problemas surgirão com o acesso da sua conta de banco.

E vale lembrar: nunca clique em links de natureza suspeita, principalmente com terminações “.exe”, em sites de redes sociais — como Orkut e Gazzag — ou em programas de conversa, como o MSN.

Informações retirada do site www.baixaki.com.br